Prefeitura de Belo Horizonte quer vender rua para empreiteira

Outro dia eu repassei a chamada para o I Seminário do Comitê Popular dos Atingidos pela Copa BH, via Comitê Popular dos Atingidos pela Copa 2014 – BH. Os impactos de mega eventos como Copa do Mundo e olimpíadas são tidos por muitos como essenciais e inevitáveis. Existe um discurso congelado que afirma que o desenvolvimento trazido por eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas é isento de impactos negativos e o maior dos benefícios para o país.

O caso da Rua Musas, no bairro Santa Lúcia, mostra que grandes eventos não são sinônimos de progresso e que o interesse privado é o maior beneficiado. Veja a reportagem do Jornal da Alterosa:

A questão posta pelos moradores da rua Musas ainda ecoa, sem resposta digna de respeito por parte dos “administradores” da cidade:

Por que ninguém da rua ou das proximidades foi procurado e ouvido pela Prefeitura ou pelos vereadores? Afinal, como é que se faz uma cidade democrática: considerando o bem-estar dos cidadãos ou só o interesse dos especuladores que têm a seu lado o poder do dinheiro?

Confira o manifesto http://www.salveamusas.com.br/

Anúncios
Etiquetado , ,

Um pensamento sobre “Prefeitura de Belo Horizonte quer vender rua para empreiteira

  1. Carlão,

    Parabéns mais uma vez!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s